Para advogados, dever do MP de revelar provas à defesa reforça paridade de armas

Por Sérgio Rodas O pedido feito pelos advogados de um réu da “lava jato” para que o Supremo Tribunal Federal obrigue o Ministério Público a revelar provas favoráveis à defesa privilegia o princípio do devido processo legal e reforça a paridade de armas, segundo especialistas ouvidos pela ConJur. O empresário do ramo de petróleo e gásContinuar lendo “Para advogados, dever do MP de revelar provas à defesa reforça paridade de armas”